Divulgamos o livro "AS NORMALISTAS CHEGAM AO SUBÚRBIO – A história da escola normal Carmela Dutra: Da criação à autonomia administrativa (1946-1953)", de autoria de Fábio Souza Lima.

Este livro, inserido no campo da história das instituições educacionais, tem por objetivo recuperar a história da Escola Normal Carmela Dutra, situada no bairro de Madureira, Rio de Janeiro, em seus anos iniciais. A instituição, colocada sob a administração e tutela pedagógica do prestigiado Instituto de Educação do Rio de Janeiro, apresenta ainda a especificidade de ter sido a única escola normal oficial criada no Rio de Janeiro na década de 1940, uma vez que as demais escolas normais da rede pública surgiram nos anos de 1950-60. A partir dessa constatação, definimos nosso recorte cronológico com o início da data de sua criação (Decreto 8.546 de 22 de junho de1946) e levamos nossos estudos até entender os motivos pelos quais o decreto 12.171, de 31 de julho de1953, em seu caput, aponta que a sua subordinação ao Instituto de Educação “por motivos administrativos, não mais se justifica”. Pensamos ser este um dos períodos mais interessantes da história da escola, na medida em que nos possibilitou investigar o contexto no qual a instituição foi criada, as dificuldades enfrentadas em seus primeiros anos, os conflitos com as normalistas do IE, as disputas políticas e os interesses envolvidos na proposta de fazer dela uma escola de referência regional, denominada pela imprensa de “Escola Normal dos Subúrbios”.

Imagens: